Gibson

Começo

A Gibson Guitar Corporation,fundada em KalamazooMichigan e atualmente em Nashville no Tennessee, é uma empresa fabricante de guitarras e outros instrumentos que são vendidos sob uma variedade de marcas diferentes. Com uma história de mais de cem anos, Gibson tem sido uma das companhias mais notórias no desenvolvimento da viola e da guitarra elétrica e construiu ao longo de todos esses anos um dos modelos de guitarras mais icônicos do mundo, a Gibson Les Paul. Muitos de seus instrumentos continuam se valorizando ainda mais no mercado e algumas Gibsons estão entre as guitarras mais procuradas por colecionadores.

A empresa foi fundada por Orville Gibson, que produzia bandolim em Kalamazoo, no final dos anos 1890. Ele inventou as guitarras semiacústicas usando o mesmo tipo de tampo arqueado encontrado nos violinos. A partir de 1930, a companhia também tinha feito violões com tampo, como também foi uma das primeiras a disponibilizar no mercado guitarras semiacústicas usadas e popularizadas por Charlie Christian.Gibson esteve na vanguarda da inovação com relação às guitarras acústicas, especialmente na era da Big Band de 1930.

História

Orville Gibson (nascido em 1856, ChateaugayNova York) começou a fazer bandolim em Kalamazoo,Michigan, Estados Unidos. Os bandolins eram distintos na maneira como eram entalhados em relação aos demais disponíveis no mercado na época.Antes disso bandolins tinham uma madeira sólida no topo e abaulados no fundo semelhante a umalaúde.Esses bandolins semelhantes aos alaúdes eram frágeis e instáveis. A despeito da forma, Orville Gibson os aplidava de “batatas de problemas”. A inovação de Gibson foi distinguir o som obscuro do bandolin de forma que fosse fácil fabricá-los em larga escala. O bandolin projetado por Orville Gibson com suas características próprias foi patenteado em 1898.Essa seria a única inovação que ele patenteou.Orville Gibson morreu em 1918 de endocardite.

Gibson LPJ Rubbed

 preview

Gibson Les Paul Tribute Future GT DB

GALLERY_GIT0025998-000_1_images390

Gibson Les Paul anos 70

59ad77e8-82cd-461e-bb53-55b3dc9cfa70

250px-Madrid-Gibson_Les_Paul_(2009)

Gibson SG

Origens:

Em meados de 1960 a Gibson Guitar Corporation sentiu que o modelo Les Paul, fabricado desde 1952, já esgotara seu apelo, e decidiu mudar o design. Várias mudanças mais sutis haviam ocorrido na Les Paul desde que havia sido introduzida em 1952 (a ponte ABR-1, os captadores Humbucker desenhados por Seth Lover, diferentes acabamentos e os trastes Jumbo em 1969) mas o que veio a seguir mudaria irremediavelmente o mundo das seis cordas. Duas críticas frequentemente dirigidas à Les Paul se referiam ao seu elevado peso e o difícil acesso aos últimos trastes, o que prejudicava a sua tocabilidade. E foi levando esses problemas em consideração e, provavelmente, influenciado pelos novos cenários musicais estabelecidos com o fim dos anos 50 que Ted McCarty e sua equipe de luthiers tomou a arriscada decisão de redesenhar a guitarra sólida da companhia na mais popular linha de guitarras Gibson até os dias de hoje.1

Inicialmente a nova guitarra se chamava Les Paul SG. Por a modificação ter feito sem sua aprovação, Les Paul não gostou. Depois que o contrato de Les Paul com a Gibson terminou em 1962, a guitarra foi renomeada para “SG” (abreviação para “solid guitar”, ou “guitarra sólida”) no final de 1963.

A guitarra

O corpo da SG é produzido em mogno. Bem mais fino que o da Les Paul tradicional, sem frisos, com dois chifres pontudos e com um acesso às últimas casas muito mais fácil em relação à sua antecessora. Quando introduzida, a SG vinha equipada com 2 ou 3 captadores humbuckers, um tremolo vibrola e um pequeno escudo de 5 camadas na parte inferior do corpo. Os controles individuais de cada captador para timbre e para volume também eram encontrados na SG. Já em 1967 a SG foi ligeiramente redesenhada para funcionar com um escudo bem maior, que cobria praticamente todo o topo da guitarra. Este escudo é padrão nas SG Standard atuais.

O perfil do braço da SG era semelhante ao da Les Paul de 1960, muito mais fino do que os encorpados braços que eram padrão daGibson nos anos 50. Ainda hoje é considerado por alguns como o braço mais veloz do mundo.2

O equilíbrio de peso na SG também é bastante diferente do encontrado nas guitarras Les Paul pois o posicionamento do pino de correia é bastante diferente. Nas “SG”s o pino de correio encontra-se na parte traseira da guitarra, em vez da lateral, como na maioria das guitarras. A espessura reduzida da madeira do corpo também influenciou no balanço do instrumento, que frequentemente tem o braço mais pesado que o corpo, tendendo a cair pelo braço quando tocada em pé.

O timbre produzido pela SG é essencialmente diferente dos timbres da Les Paul, apesar da captação idêntica. Os fatores decisivos para essa diferença no timbre são basicamente a ausência de uma camada de maple no topo de mogno encontrada nas Les Paul tradicionais e a própria espessura reduzida do corpo da SG.

Gibson SG Standard MET HC Heritage Cherry

GALLERY_GIT0026200-000_1_images390

 

Gibson Sg  supreme

 

 

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s